02Dez
cuidados com a geladeira na mudança

Quais são os cuidados com a geladeira na mudança?

Se você está se preparando para uma mudança residencial, certamente já deve estar preocupado com a forma de como proceder com seus objetos. Os eletrodomésticos, nessa medida, merecem destaque frente aos outros, não só pelo valor investido neles, mas também por conta das funções desempenhadas por eles no dia a dia. Continue a leitura deste artigo e veja quais são os principais cuidados com a geladeira na mudança.

5 cuidados com a geladeira na mudança residencial

As geladeiras são consideradas bens de consumo duráveis devido ao fato de possuírem uma vida útil longa. Os modelos mais antigos, por exemplo, podem ter utilidade equivalente a mais de duas décadas, caso os devidos cuidados sejam tomados.

Por outro lado, os tipos mais modernos são mais sensíveis e demandam mais cautela. Portanto, as precauções devem ser adotadas antes de iniciar o transporte e, também, durante o percurso até o destino final. A seguir, confira alguns cuidados com a geladeira na mudança.

1- Limpe o interior da geladeira

Para iniciar a mudança de maneira correta, a geladeira deve estar totalmente limpa. Desta maneira, a melhor forma é retirar todos os itens do interior do compartimento e posicioná-los em caixas de isopor ou bolsas térmicas. Essa atitude, nesse sentido, serve para evitar quaisquer ranhuras no espaço interno da geladeira. Vale lembrar que não é recomendado o transporte desse eletrodoméstico com materiais acondicionados.

2- Desligue-a com antecedência

Outra dúvida que pode surgir a respeito dos cuidados com a geladeira na mudança é o momento certo de desligá-la. A resposta é bem simples!

Vamos lá, se o compartimento de congelamento necessita de degelo, o indicado é retirá-la da tomada com 24 horas de antecedência. Esse período será fundamental para que toda água possa ser retirada e não cause danos no momento do transporte. Entretanto, para modelos FrostFree, aqueles que possuem sistema de anticongelamento, o recomendado é desligá-la pelo menos 8 horas antes da mudança. Ou seja, na noite do dia anterior à mudança já será suficiente.

3- Escolha a melhor embalagem

Outro item importante incluso nos cuidados com a geladeira na mudança é a escolha da embalagem. Como dissemos anteriormente, esse tipo de eletrodoméstico pode conter painéis eletrônicos e, por isso, pode ser mais sensível do que outros. Portanto, não basta embalar de qualquer maneira e fingir que está tudo sob controle.

O ideal é que a geladeira seja inteiramente revestida de plástico bolha e encapada por papelão. Assim, ainda que ocorram pequenos impactos durante o trajeto, nenhum deles será capaz de afetar a qualidade e desempenho do produto.

4- Acomode-a na posição vertical dentro do caminhão

O processo de congelamento da geladeira depende de uma série de gases refrigerantes que fazem parte de sua composição. Desse modo, acomodá-la na posição vertical, em pé, impede o escapamento desses. Na hipótese contrária, quando transportada deitada, os gases podem ser perdidos. Nesse caso, será indispensável levá-la até uma assistência para fazer a reposição desses e dos óleos internos.

5- Espere o tempo suficiente para religá-la

Nosso último ponto dentre os cuidados com a geladeira na mudança é considerar o tempo suficiente para retorná-la à tomada. Depois que o transporte por concluído, a geladeira deve permanecer na posição vertical por mais de 6 horas antes de ser ligada novamente. Dentro desse período o gases serão conduzidos até o motor por meio da gravidade. No local, a circulação desses poderá ser feita sem intervenções.

Conheça a melhor empresa de transporte do RJ!

Gostou do nosso artigo que tratou sobre os cuidados com a geladeira na mudança? A ETIS é uma transportadora de mudanças residenciais (https://etis.com.br/empresa-de-mudanca-rj/)! Nossa empresa possui profissionais qualificados para tornar o transporte de seus objetos mais seguro possível!

Em nosso blog, confira outros artigos como este que podem te ajudar:

 

Compartilhe:

Posts RecentesCategoriasTags