27Dez
mudar de residência

Como mudar de residência sem causar danos à mobília?

Mudar de residência é uma ação que pode causar muito estresse. Afinal, encaixotar, embrulhar objetos mais frágeis, nomear caixas e escolher uma transportadora são medidas que demandam tempo e máximo critério. Geralmente, a ansiedade para chegar à nova casa pode diminuir a cautela aplicada na mudança e causar avarias na mobília.

Para que isso não aconteça e você tenha a garantia da mudança residencial de qualidade, a ETIS elaborou este artigo. Reunimos as dicas mais essenciais para facilitar o procedimento, escolher a transportadora ideal e preservar o seu mobiliário. Continue lendo para saber mais sobre o assunto!

Passo a passo para evitar equívocos ao mudar de residência

1. Faça um planejamento minucioso

Ao contrário do que muitos pensam, o transporte da mudança residencial deve ser planejado com muita antecedência. O ideal é que um plano seja idealizado com pelo menos seis meses de antecedência. Dessa forma, será possível tomar decisões no momento certo e evitar imprevistos e gastos extras.

Antes de contratar uma empresa de mudança, faça uma lista de todos os móveis da sua casa. Para simplificar essa tarefa, organize os itens de acordo com o cômodo. Verifique e anote quais objetos serão levados à nova residência, até os menores utensílios. Seguindo esse procedimento, será mais fácil avaliar quais elementos serão descartados e os serviços necessários, como içamento.

2. Descarte o que não for necessário

Além de tornar a sua decoração menos poluída, mudar de residência será um processo mais ágil com esse procedimento. Considere que, apenas com o transporte de utensílios necessários, os responsáveis pelo serviço terão menos dificuldades e maior eficiência. Consequentemente, as chances de danos em seus móveis serão menores.

Portanto, descarte todos os itens velhos que não são mais necessários na sua decoração. Caso seja necessário jogar fora alguma mobília desgastada, esse é o momento ideal. Não só você garantirá mais praticidade à mudança, como reduzirá os custos de transporte.

3. Pesquise e faça orçamentos com transportadoras

Muitas pessoas pensam em descartar o serviço de transporte de cargas na hora de mudar de residência. Também é comum que empresas com pouca experiência sejam contratadas, por conta dos menores custos. Entretanto, é imprescindível contar com uma transportadora de qualidade para garantir mais eficiência ao serviço e evitar avarias. Além disso, o custo-benefício se torna muito maior ao contratar uma empresa eficiente.

Para tomar uma boa decisão e fazer com que seus móveis cheguem ao destino com segurança, pesquise. Verifique os antecedentes da empresa e certifique-se de que a transportadora é licenciada. Sites de defesa do consumidor são ótimas ferramentas para avaliar um negócio. Porém, entre em contato e converse com funcionários sobre os serviços oferecidos para ter mais certeza sobre a empresa.

Jamais confie em uma transportadora que não realiza um estudo detalhado dos seus cômodos. Somente com esse procedimento é possível ter noção das restrições do local e das demandas do serviço. É fundamental que a capacidade dos automóveis esteja de acordo com o peso calculado de suas mobílias, para que não aconteçam problemas. Faça comparações de orçamentos, mas não deixe de prezar pela qualidade do serviço para ter mais segurança ao mudar de residência.

4. Acompanhe o processo de empacotamento

Ao contar com uma transportadora de qualidade, esse procedimento é realizado pelos funcionários com a precisão e cuidados necessários. Porém, também é importante fazer o acompanhamento do procedimento e orientar os responsáveis sempre que for preciso. É importante que os itens mais delicados recebam uma maior cautela, para que não sejam danificados.

Também é possível realizar o empacotamento de forma independente. Mas, é importante ter mais atenção nesse caso. Lembre-se que há uma embalagem adequada para cada tipo de objeto ou móvel. Entre os materiais mais utilizados para esse propósito está o plástico bolha, papelão e isopor. O plástico é recomendado para utensílios mais frágeis, enquanto o isopor e papelão são mais indicados para itens mais pesados.

Não se esqueça de indicar os itens em cada caixa e o cômodo direcionado. Assim, os processos de decoração do novo domicílio serão agilizados. Além disso, as chances de perder os itens serão menores.

5. Desmonte móveis sempre que possível

Desmontar os móveis na hora do transporte vai oferecer mais proteção e será útil para otimizar o espaço do automóvel. Na hora de realizar essa medida, dê preferência aos objetos maiores e mais frágeis, como aqueles com vidro. É importante ressaltar que esses itens devem ser embalados separadamente. Além disso, parafusos devem ser depositados em sacos plásticos e bem identificados. Seguindo essa precaução, a remontagem será mais simples.

Para evitar equívocos durante esse procedimento, conte com profissionais qualificados. Ao contratar uma transportadora de qualidade, esse serviço é realizado por funcionários experientes. Assim, você ganha mais tranquilidade para cuidar de outros aspectos da mudança. Problemas no momento da montagem da mobília também são evitados ao contar com profissionais capacitados.

Se você precisa mudar de residência com uma transportadora no Rio de Janeiro de qualidade, conte com a ETIS! Somos uma empresa com 49 anos de experiência no segmento. Nossos funcionários são altamente capacitados para oferecer todo o suporte necessário durante o serviço. Além disso, contamos com a melhor infraestrutura para locomover os seus itens em segurança. Entre já em contato conosco e surpreenda-se com o nosso trabalho!

Compartilhe:

Posts RecentesCategoriasTags